Mato Grosso registrou 132.949 casos da Covid-19 desde o início da pandemia da Covid-19. Deste total, 113.777 pacientes se recuperaram. Isso significa 85,5%. Atualmente, conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) de terça-feira (13), 612 pessoas se encontram internadas e 14.900 em isolamento domiciliar.
Segundo o boletim, entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 217 internações em UTIs públicas e 216 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 54,25% para UTIs adulto e em 25% para enfermarias adulto. A situação é diferente de alguns meses atrás como julho, quando houve o colapso do sistema de saúde.

Com a baixa ocupação dos leitos, o Hospital Estadual Santa Casa efetuou o desligamento de 10 UTIs específicas para tratamento de pacientes com coronavírus. Com a redução, a unidade passa a contar com 50 leitos de UTI. A medida não irá interferir na prestação de serviço, uma vez que na segunda-feira (12), o percentual de ocupação chegou a ficar em 31,6%.

O percentual registrado pela Santa Casa foi menor do que a média da ocupação relativa a todos os hospitais de Mato Grosso, que é de 54%, com uma diferença de 23%. A redução dos leitos já consta do Painel Epidemiológico nº 219 desta terça-feira (13). Já com a redução, a unidade tem 38% de ocupação das UTIs destinadas ao tratamento de Covid-19.

Outa unidade que fechou uma UTI para Covid-19 foi o Hospital Geral de Cuiabá, em oito de setembro. Foram 70 dias em que os profissionais da linha de frente se dedicaram para salvar muitas vidas. Atualmente, apenas duas pessoas estão internadas no Hospital, sendo uma em enfermaria e outra em UTI.

Ao todo, o estado contabiliza 3.660 óbitos. Dentre os dezes municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (26.119), Várzea Grande (9.556), Rondonópolis (9.552), Sinop (5.994), Sorriso (5.966), Lucas do Rio Verde (5.772), Tangará da Serra (5.343), Primavera do Leste (4.537), Cáceres (3.232) e Campo Novo do Parecis (2.821).

Fonte: Olhar Direto