O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou nesta sexta-feira (6), por meio de uma transmissão no perfil dele em uma rede social, que o estado vai começar a pagar os salários dos servidores no dia 10 de cada mês. Desde o início da atual gestão, em janeiro deste ano, os salários estavam sendo pagos de forma escalonada e parcelada.

“Quero comunicar a vocês que gracas ao trabalho de muitos de vocês estamos chegando em dezembro com o salário pago 100% no dia 10. É uma conquista feita com trabalho e seriedade”, declarou.

Já sobre o 13º salário, o governador afirmou que ainda aguarda definições.

“Até a semana que vem temos alguns eventos que podem nos permitir dizer se será possível pagar o 13º no dia 20 ou quando poderemos pagar. Temos um planejamento para honrar os compromissos”, disse.

Mendes enfatizou que somando os salários e 13º salário devem ser injetados cerca de R$ 1 milhão na economia do estado. “Isso vai fomentar o comércio e mexer na economia. É justo e merecido. Estamos equilibrando o nosso estado”, explicou.

O escalonamento de salário começou no governo passado, de Pedro Taques (PSDB). O anúncio de continuidade do escalonamento e o parcelamento do 13º de novembro e dezembro de 2018 foi feito no 4º dia de governo.

À época, o parcelamento foi feito da seguinte forma: os salários até R$ 4 mil e os benefícios dos pensionistas eram pagos no dia 10 de janeiro; servidores que recebem até R$ 6 mil, no dia 24; e os no dia 30. O 13º salário, remanescente de 2018, foi pago em quatro parcelas.

Com o passar dos meses, o escalonamento foi reduzindo gradativamente.